Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
Menu

Rating: 2.6/5 (152 votos)

ONLINE
1




 
 Saúde é Vida, Vida é Saúde
Conceito de Enfermagem

CONCEITO
Segundo a Dra. Wanda de Aguiar Horta, enfermagem é “a ciência e a arte de assistir ao ser humano (indivíduo, família e comunidade), no atendimento de suas necessidades básicas; de torná-lo independente desta assistência, quando possível, pelo ensino do autocuidado, de recuperar, manter e promover sua saúde em colaboração com outros profissionais”.
“Assistir, em enfermagem, é fazer enfermagem, é fazer pelo ser humano tudo aquilo que ele não pode fazer por si mesmo; ajudá-lo ou auxiliá-lo quando parcialmente impossibilitado de se autocuidar, supervisioná-lo ou encaminhá-lo a outro emprego.”

HISTÓRICO

Por muitos séculos a enfermagem foi exercida de maneira empírica pelas mães, sacerdotes, feiticeiros e religiosos; e, em quase todas as civilizações antigas, não é mencionado o trabalho do enfermeiro no cuidado aos doentes.
Com o Cristianismo, São Pedro organizou os diáconos para socorrerem os enfermos e pobres. Mais a qualidade de cuidados de enfermagem era inconstantes devidos a perseguições religiosas que terminam através do Edito de Milão do imperador Constantino. Essa liberdade de a Igreja exercer sua atividades, estimulou fundação de hospitais, e, deste modo, a enfermagem passou a ser executada, em sua maioria, por religiosos e pessoas de espírito cristão. 
No século XIII, a queda do nível moral e controvérsias religiosas ocasionaram a decadência da enfermagem, pois sua atividades começaram a ser exercidas por pessoas de baixo nível moral e sócio-econômico. Neste período, várias pessoas procuraram melhorar o padrão de atendimento aos doentes, destacando-se entre São Francisco de Assis e São Vicente de Paula.
São Francisco de Assis, na tentativa de melhorar o espírito cristão, fundou a Ordem dos Franciscanos, Ordem das Clarissas e Ordem Terceira. São Vicente de Paula promoveu obras de assistência social, fundou a confraria da caridade (orientando as senhoras a assistirem aos doentes) e as Irmãs de Caridade, que possuíam liberdade de ação e instrução especializada quanto as características e funções da enfermagem, Por sua contribuição, é considerado o precursor das enfermagem moderna.
A enfermagem moderna iniciou-se em 1954 com a atuação de Florence Nightingale na Guerra da Criméia. Ao final da guerra, esta retornou a Inglaterra fundando uma escola de enfermeiras no Hospital São Tomás determinando três normas essências:
- direção da escola por uma enfermeira;
- ensino mais metódico;
- seleção das candidatas sob o ponto de vista intelectual, moral, físico e de aptidão profissional.
As enfermeiras formadas através do novo método difundiram esse sistema para todos os paises.
No Brasil, a enfermagem foi exercida durante muitos anos pelos religiosos da companhia de Jesus, irmãs da caridade, voluntárias e outros leigos.
No século XIX, durante a Guerra Brasil-Paraguai, Ana Néri, uma senhora baiana foi cognominada “mãe dos brasileiros”, devido ao seu trabalho junto aos feridos de guerra.
Os fatores decisivos para o progresso da enfermagem brasileira foi:
- Fundação da Escola Alfredo Pinto no Rio de Janeiro, em 1890;
- Programa de enfermeiras visitadoras, iniciado por Carlos Chagas e Fundação Rockefeller;
-Fundação da Escola Ana Néri em 1923, sendo Raquel Haddock Lobo sua primeira diretora brasileira. Em 1945, foi incorporada à Universidade do Brasil;
- Determinação dos requisitos e funções dos profissionais de enfermagem através da regulamentação profissional;
- Outros.

Criar um Site Grátis    |    Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net